A HMS atua nacionalmente nas áreas de Medicina e Segurança do Trabalho, com foco no mercado empresarial, possuindo grande capilaridade de serviços e alta qualificação profissional - Porto Alegre - Brasil

Intranet hms, medicina do trabalho, segurança do trabalho, segurança empresarial, empresa, curso, treinamento, qualificação, implantação, gestão, programas, porto alegre, região metropolitana, rio grande do sul, brasil

28 de Abril - Dia Mundial da Saúde e Segurança no Trabalho

28 de Abril - Dia Mundial da Saúde e Segurança no Trabalho

28 de Abril - Dia Mundial da Saúde e Segurança no Trabalho

No dia 28 de abril de 1969, uma explosão numa mina no estado norte-americano da Virginia matou 78 mineiros. Em 2003, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) instituiu a data como o Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho, em memória às vítimas de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho. Neste dia são celebrados eventos no mundo todo para a conscientização dos trabalhadores e empregadores quantos aos riscos de acidentes. A data foi instituída no Brasil pela Lei nº 11.121 de 2005.

De acordo com a OIT, anualmente, cerca de 270 milhões de trabalhadores são vítimas de acidentes de trabalho em todo o mundo. No Brasil, segundo o relatório, são 1,3 milhão de casos, que têm como principais causas o descumprimento de normas básicas de proteção aos trabalhadores e as más condições nos ambientes e processos de trabalho. Acidente de trabalho é aquele que ocorre pelo exercício da atividade durante o expediente , no percurso do trabalhador para empresa ou na volta para casa. "São aqueles em que há lesão corporal ou perturbação funcional, permanente ou temporária, que causa a morte, a perda ou a redução da capacidade para o trabalho", explicou o engenheiro de segurança no trabalho e conselheiro do CREA-RJ, Evaldo Valladão Pereira.

O Brasil ocupa o 4º lugar em relação ao número de mortes, com 2.503 óbitos. O País perde apenas para China (14.924), Estados Unidos (5.764) e Rússia (3.090). Para Valladão, a data é um marco histórico na luta dos trabalhadores por melhorias nas condições de segurança e saúde no trabalho. "É necessário que existam políticas públicas mais eficientes na garantia da prevenção dos acidentes e na fiscalização do cumprimento das normas", explicou. Os custos gerados pelos acidentes de trabalho representam cerca 3,8% do Produto Interno Bruto brasileiro.

Segundo o especialista, a SST precisa ser aplicada e respeitada em todas as categorias. "A segurança no trabalho não é apenas para o trabalhador que lida com máquinas pesadas na metalurgia, mas para todos os trabalhadores. O funcionário da limpeza precisa ter cuidados, pois está lidando com produtos químicos, o trabalhador de escritório também necessita ter as condições ideais para exercer a sua função. Todos os trabalhadores estão vulneráveis", disse.

De acordo com Valadão, a segurança e a saúde no trabalho contribui para demonstrar que uma empresa é socialmente responsável; ajuda a aumentar a produtividade dos trabalhadores; reforça o compromisso deles com a empresa; cria mão de obra mais competente e mais saudável. "A SST começa com o respeito, pois um trabalhador respeitado é valorizado. A valorização contribui para que as empresas cumpram as normas que assegurem a saúde e a vida do colaborador", afirma.

(Fonte: CSB)

Últimas do Blog

Cursos de Segurança do Trabalho no Varejo

Cursos de Segurança do Trabalho no Varejo

Gestão de Medicina e Segurança do Trabalho no Varejo

EAD em Segurança do Trabalho – Alternativa Eficaz

Últimas Notícias

28 de Abril - Dia Mundial da Saúde e Segurança no Trabalho

28 de Abril - Dia Mundial da Saúde e Segurança no Trabalho

Governo regulamenta a realização de exames toxicológicos em motoristas profissionais

Acidentes com máquinas causam 12 amputações por dia e 601 mortes por ano

Preencha o formulário para entrar em contato com nossas áreas técnicas. Se preferir, entre em contato com a HMS através do telefone (51) 3076-5001.
Nosso horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.